Maria Lucia Pacheco

Maria Lucia Pacheco
Visite o site oficial da artista

Maria Lucia Pacheco

Para dizer de Maria Lucia Pacheco e do caos informado por Eros, convém pontificar que toda arte começa com desenho - não importa se dedo na areia, graveto na lama, pedrinha na parede da caverna, na madeira, no metal, giz, lápis, pincel, cinzel... – e, disso ela entende como poucos e como raros. E, o mais importante ! Comedida, mas, também com toda ampla liberdade, ela sabe se manter nas exatas fronteiras do essencial, do absolutamente necessário, daí resultando essas cristalinas, mas, dada a dinâmica do fazer artístico, não cristalizadas, resultando formas sublimes.
O mais será tergiversar.

Texto : Alexandros Papadopoulos Evremidis (1940*2014)
Jornalista, crítico de arte, escritor e poeta grego, naturalizado brasileiro.
Publicado no Jornal Rio Arte Cultura, no dia 10 de fevereiro de 2012, no Rio de Janeiro.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Pinacoteca de São Paulo


Revisitamos a Pinacoteca depois de 10 anos.
Setembro / 2012

Estação Pinacoteca / SP


Visitamos o local em setembro / 2012
Este espaço eu ainda não conhecia.
Muito interessante !

Graphias Espaço de Arte / SP


Maria Lucia Pacheco na Graphias Espaço de Arte / SP
Setembro / 2012

Galeria Gravura Brasileira


Maria Lucia Pacheco na Galeria Gravura Brasileira / SP
Setembro / 2012

Feira de artesanato - Praça da República


Feirinha de artesanato / SP, funciona aos sábados e domingos.
Estivemos lá no sábado 29/09/2012.


Embú das Artes / SP



Depois de 30 anos (1982), retornei a Embú das Artes
em setembro / 2012.
Como diria a poetisa paranaense Helena Kolody:
"Em vão percorro a cidade
com meus olhos de antes.
As ruas não são as mesmas...
E são outros os passantes."

Bienal SP - A iminência das poéticas


Maria Lucia Pacheco visitando a Bienal em setembro/2012

Papéis estrangeiros

Papéis estrangeiros - gravuras
MASP / SP


Visitamos a exposição "Papéis estrangeiros" em setembro/2012.


Caravaggio




Visitamos Caravaggio no Masp/SP em setembro/2012.
Maravilhoso !